O líder é a representação direta da empresa, ele tem relação direta com a competitividade e o posicionamento da empresa no mercado; aprimora a capacidade da empresa em enfrentar e gerenciar as mudanças; agrega valor às pessoas e ao negócio; constrói e fortalece equipes de alta performance; influencia o desempenho das pessoas e os resultados da empresa; e é responsável pela manutenção, sinergia e motivação da equipe.

Ufa! Só de ler os encargos de um líder já ficamos um pouco tontos. Imagine ter que que exercer todas essas funções e ainda lidar da melhor forma com os seus subordinados.  Mas uma coisa é certa: Não há como ser um bom líder no mundo corporativo sem saber exatamente o impacto de sua conduta nas pessoas que estão ao seu redor. Por este motivo, as corporações e as pessoas têm buscado alternativas para trabalhar o lado comportamental e uma das vertentes é investir no autoconhecimento.

LÍDERES QUE INVESTEM NO AUTOCONHECIMENTO CONSEGUEM RESPONDER PERGUNTAS COMO:

  • Que tipo de pressão ou clima eu crio ao meu redor?
  • O que me levou a me irritar?
  • O que me levou a criticar?
  • Consigo me comunicar com clareza?

 

Mas não basta conhecer-se bem e não fazer nada com esse conhecimento. É aí onde a gente compreende que o autoconhecimento é uma ferramenta necessária, mas não suficiente para o processo de mudança do comportamento. O verdadeiro líder estará sempre disposto a permanecer na “linha de frente” com seus companheiros de missão. Ele transmite segurança para a sua equipe. Os profissionais têm sempre com quem contar, em qualquer situação e como têm esse apoio, precisam estar dispostos a fazer o necessário para que a equipe seja bem-sucedida em suas tarefas. Então, comece agora mesmo! Trabalhe o seu autoconhecimento, aprimore a sua liderança e conquiste o tão sonhado engajamento da sua equipe.

Por Duque Treinamentos