Negociar muitas vezes parece uma tarefa apenas para pessoas que trabalham com a área comercial ou para grandes executivos. Mas as negociações estão presentes em nosso cotidiano, em nossas relações de forma geral, no âmbito familiar, entre amigos e também no trabalho. Porém para ter sucesso você precisa desenvolver algumas habilidades e técnicas necessárias para esse processo.

Ser um excelente negociador requer de você habilidades importantes, que não podem ser descartadas. Alguns negociadores não as exploram por não se considerarem bons, e um exemplo disso é a comunicação.

Desenvolver uma comunicação eficaz é essencial para o êxito nas grandes negociações das nossas vidas. Mas calma! Você não precisa ser expert no assunto. Basta saber como conduzir todo o processo, entender o outro e se dar a entender bem. Usar a simpatia já o primeiro passo, se identificar com o oponente, se colocando no lugar dele.

A preparação é uma das fases que abrem as portas do sucesso. Estar preparado é antes de tudo prever situações da negociação, ou seja, é estar a um passo à frente. Nessa fase você deve levantar o perfil da pessoa com quem vai negociar, quais as perguntas podem surgir, situações que possam ajudar ou não na hora de fechar o negócio. Além disso, ter o equilíbrio das emoções e estar bem fisicamente faz parte dessa fase.

Se você vai negociar, precisa saber que os conflitos da negociação envolvem um ambiente emocional. Como você lida com as suas emoções? As nossas emoções influenciam totalmente as nossas palavras, ações e tomada de decisão. É importante buscar equilíbrio e manter-se centrado. Os melhores negociadores sabem usar as suas emoções ao seu favor.

Todos nós podemos obter sucesso em nossas negociações. Você é um negociador e pode explorar suas habilidades para se tornar cada vez melhor. Faça hoje um plano de ação, analisando como melhorar sua eficácia evitando algumas posturas e atitudes, como se fortalecer começando a praticar o que não fazia e o que você irá manter, ou seja, o que vai continuar e aproveitar das suas habilidades já utilizadas.

Por Weverson Alves