Você já parou para refletir a respeito desse assunto, servir?

Talvez a pergunta que vem a sua mente é servir a quem, o quê ou para quê. Essa palavra possui vários sinônimos que podem ser aplicados em diversas situações da nossa vida. Mas gostaria de chamar a sua atenção para pensar se você é alguém que se dispõe a servir às pessoas e como você se sente em relação a isso.

Muitas vezes, observando o comportamento humano, fico admirado com a presteza com que as pessoas fazem isso muito bem. Essa atitude, que também conhecemos como gentileza, parece que para algumas pessoas não faz sentido ou não se tem necessidade de a colocar em prática.

Para se ter uma atitude servidora não existem segredos ou fórmulas. Tudo é uma questão de iniciativa! Servir não é se humilhar para outro! Em casa, com os amigos ou no trabalho (nossa segunda família) ou em qualquer lugar podemos e devemos servir.

Acredito que a iniciativa deve partir pela necessidade percebida e que ao fazer algo por alguém estou tendo a possibilidade de plantar uma semente de vida. Afinal de contas, vivemos aqui na terra não apenas para nós mesmos, mas para o próximo também.

Então que tal refletir quantas vezes ao dia você pode servir a alguém, sem esperar algo em troca? Essa é uma atitude livre e totalmente benéfica para todos nós, onde não somos obrigados, mas também não podemos colher em outros o que não plantamos. Comece, continue, aperfeiçoe e esteja pronto para servir.

Por Weverson Alves