Recentemente ouvi de um líder o seguinte comentário: “Feedback negativo é o que eu acho mais difícil de dar, nunca sei o que falar exatamente, afinal é complicado criticar uma pessoa.” Nessa pequena frase podemos perceber alguns equívocos na percepção do que realmente é feedback e isso pode distorcer o método, que é uma dos mais poderosos instrumentos de gestão.

Feedback Negativo não deve existir, a ideia é dar feedback corretivo, que é aquele que corrige o comportamento e deve ser pautado na empatia e no respeito. A empatia é a base para todas as relações humanas, e no feedback quando eu me coloco no lugar do meu liderado, consigo escolher adequadamente as palavras e passar a mensagem de forma clara e respeitosa. O feedback corretivo é visto como muito difícil quando o líder não sabe qual conteúdo deve ser inserido na conversa e enxerga como crítica ou algo negativo, entretanto deve ser percebido como ferramenta de desenvolvimento e aprendizagem.

Mas quais conteúdos devem ser inseridos no Feedback Corretivo? Confira:

1. Escute: antes mesmo de partir para correção, escute o que o liderado tem a dizer, para não acontecer julgamentos ou percepções erradas sobre o comportamento apresentado.

2. Descreva o comportamento: expresse qual comportamento precisa ser corrigido ou adequado.

3. Expresse as consequências, os prejuízos, os resultados que o comportamento trouxe ou vem trazendo para a organização, para sua gestão ou para a pessoa.

4. Descreva por que você se sente dessa forma: traga seus sentimentos para a conversa, expresse sua tristeza, sua surpresa ou sua preocupação, sempre com muita cautela e se colocando no lugar de quem está ouvindo.

5. Exemplifique: pontue um dia, um momento que esse comportamento foi apresentado ou entrou em evidência;

6. Sugira que a pessoa pense em uma solução, caso ela não tenha ideia de como evoluir no comportamento, apresente uma solução e pergunte se ela concorda.

7. Encontre um acordo mútuo: Pergunte se pode contar com a pessoa para evolução do comportamento, combine um tempo para perceber a evolução, negocie sobre como pode ajudá-la no processo de mudança ou correção e faça o acordo no final da conversa.

Pratique mais Feedback de forma eficaz e perceba as mudanças positivas na sua gestão, na sua equipe e no clima organizacional. Afinal você como líder não pode desperdiçar a capacidade humana, seu papel é desenvolvê-la.

Nos próximos artigos iremos conversar sobre o Feedback Positivo e o Método Sanduíche. Até breve!

Por Bárbara Santana