Em tempos de aquecimento nas vendas é bom ficar ligado no que o seu cliente pensa e deseja.

Uma pesquisa realizada com 1.350 pessoas, em várias capitais brasileiras, mostrou que 61% dos entrevistados afirmaram que ser bem atendido é mais importante do que preço e qualidade dos produtos (*). O fato é que nos dias atuais os consumidores estão mais preocupados em serem atendidos de acordo com as suas necessidades. E por muitas vezes os profissionais de atendimento ou vendas preocupam-se com as informações técnicas dos produtos e não com as necessidades dos seus clientes. Por isso, é muito importante focar na satisfação do cliente e aprimorar a relação por meio de um atendimento excelente. Do contrário, ele pode procurar o concorrente e você nunca ficará sabendo o motivo de ele não voltar até a sua empresa.

Você sabe quanto custa um cliente?

Não importa se você é um vendedor de varejo ou um empresário dono de uma rede de calçados, é preciso valorizar o cliente pelo retorno financeiro que ele traz para a sua empresa. O valor de um cliente é medido efetivamente pelo lucro que ele pode proporcionar à empresa durante seu ciclo de relacionamento. E um bom relacionamento com o cliente deve estar estampado na cultura da organização.

Grandes empresas referência na área de atendimento sabem que sua maior arma estratégica é o valor adicionado para o cliente através de serviços superiores. Elas estão dispostas a admitir um erro e tomam providências imediatas para corrigi-lo. Elas reconhecem claramente que as relações com os clientes refletem as relações com os funcionários. Todas elas estão abertas a mudanças; na verdade elas institucionalizaram o processo de mudança para evitar a estagnação. Mas e quanto às organizações que ainda não possuem esse valor cultural com relação aos serviços? Será que conseguem se tornar orientadas para o cliente? Fazer com que todos os seus executivos, gerentes, supervisores e funcionários se comprometam plenamente com a consecução desses valores? Bem, uma boa dica é investir no Treinamento de Atendimento que trabalhará não só as técnicas adequadas para fidelizar clientes, mas criará uma nova postura que definirá uma experiência positiva em cada negociação.

(*) Fonte: Revista Pequenas empresas, Grandes Negócios.